Deputados se uniram após avaliação de que transferência de Lula marcava ‘escalada de arbítrio’

O outro como a ti mesmo A sensação de que a transferência de Lula marcaria uma “escalada de arbítrio” fez com que mais de 10 siglas e a cúpula da Câmara reagissem à ordem de Lebbos. Deputados diziam que a violação das prerrogativas de um ex-presidente romperia qualquer limite.

Em boa hora O projeto que pune o abuso de autoridade deve ser analisado na próxima semana. Estava previsto, mas “o momento veio a calhar”, dizem líderes de centro.

Leia mais notícias do Painel aqui.