Doria vai abrandar regras para aplicativos de transportes em SP para tentar encerrar impasse

Painel

Junte-se a eles O prefeito João Doria (PSDB) anuncia nesta terça (30) a revisão de sua posição sobre as regras para aplicativos de transportes. Ele deve liberar a circulação de carros com até oito anos de uso, independentemente da data do registro, e com placas do Estado de SP —os de fora serão proibidos.

Como era O  recuo de Doria abrandará duas das exigências mais polêmicas impostas aos motoristas cadastrados nos aplicativos. A norma anunciada até então previa submissão a um curso e uso de roupa social, esporte fino ou camisa polo e calça jeans. O veículo deveria ser ter no máximo de 8 anos para os cadastrados até 06.jul.2017 e 5 anos para os demais. Além disso, precisaria passar por inspeção, ser emplacado na cidade e ter uma placa removível do aplicativo no para-brisas.

Sem forasteiros Ao decidir manter a proibição da circulação de veículos emplacados fora do Estado, Doria tenta evitar que o município perca recursos na arrecadação de IPVA para outras unidades da federação.

Bandeira branca A decisão da prefeitura paulistana de endurecer as regras para os aplicativos de transportes causou forte desgaste político para o prefeito entre grupos que sempre apoiaram sua gestão, como o MBL. Com a decisão de abrandar os termos, o tucano tenta abrir espaço para uma recomposição.

Leia a íntegra do Painel aqui.