Líderes de partidos de esquerda querem deliberar candidatura única só em maio

Todos por um Por medo de ficar de fora do segundo turno, líderes de partidos da esquerda que tentam frear a multiplicidade de candidaturas nesse campo defendem a fixação de um prazo para a definição de apenas um nome que possa representá-los na corrida pelo Planalto.

No limite Segundo a tese, PT, PC do B, PDT, PSOL e até PSB deveriam aguardar até maio para reavaliar o quadro.

Força do povo A essa altura, dizem os entusiastas da ideia, a situação de Lula estará mais clara. Se mesmo condenado ele continuar líder na disputa, avaliam, haverá ambiente para o Judiciário rever a aplicação da Ficha Limpa.

 

Leia a íntegra do Painel aqui.