Governo vai usar rombo recorde na Previdência para ampliar pressão pela aprovação da reforma

Prova real O governo vai usar o rombo recorde de R$ 268,8 bilhões da Previdência em 2017 para inflar o esforço pela aprovação de mudanças nas regras de aposentadoria em fevereiro.

Prevenir Se a reforma não sair, o Planalto apostará em quatro projetos para segurar suas contas: a privatização da Eletrobras, a reoneração da folha de pagamento, o aumento na contribuição previdenciária de funcionários públicos e a MP que cancelou reajustes de servidores.

Leia a íntegra do Painel aqui.