Procurador-geral de Justiça sugere MBL na Paulista e CUT no Largo da Batata para julgamento de Lula

Mediar é preciso O procurador-geral de Justiça, Gianpaolo Smanio, fez uma reunião entre as cúpulas da Segurança de SP e promotores do Estado para encontrar uma solução e minimizar o risco de confronto entre militantes de esquerda e de direita, na Paulista, no dia do julgamento de Lula.

Você manda Seguindo raciocínio construído pela promotora Valéria Maiolini, que havia recebido a representação da PM informando que não houve acordo entre a CUT e o MBL, o grupo chegou à conclusão de caberá à Prefeitura arbitrar o impasse.

Cada um na sua Nesse cenário, o Ministério Público recomendou a Doria que o MBL, anti-PT, fique concentrado no fim da Paulista, próximo à Consolação, e a CUT, pró-Lula, no Largo da Batata.

Diga que fico O ex-presidente não irá a Porto Alegre no dia 24. Ele ainda não decidiu se acompanhará o julgamento de seu recurso na sede do PT em São Paulo ou no Sindicato dos Metalúrgicos.

Leia a íntegra do Painel aqui.