Representantes de grandes investidores procuraram o PT para falar sobre a candidatura de Lula em 2018

Por Painel

Lá e cá Lula fez um aceno ao mercado quando disse que não quer ser visto como “radical”. A fala foi uma contrapartida. Há cerca de dois meses, representantes de grandes investidores procuraram a senadora Gleisi Hoffmann (PR), presidente do PT, para uma conversa.

Mais que palavras A sigla viu o gesto como um sinal de que o mercado poderia ter decidido reavaliar o impacto de uma eventual eleição de Lula em 2018. Mas o encontro ocorreu antes de o TRF-4 marcar o julgamento do ex-presidente —o que voltou a cercar o pleito de dúvidas.

X

Quem dá mais Advogados e ministros que conhecem os trâmites do TRF-4 arriscam que o voto de ao menos um dos três desembargadores será pela absolvição de Lula.

Vai ter luta O PT bateu martelo e decidiu lançar o ex-ministro Celso Amorim candidato ao governo do Rio. O presidente do partido no Estado, Washington Quaquá, avisou que quer ser candidato ao Senado no lugar de Lindbergh Farias.

Leia a íntegra do Painel aqui.