Picciani vai ao STJ contra prisão; ofensiva sobre ex-assessor de Cabral amplia expectativa de delação

Por Painel

Nova cartada A defesa de Jorge Picciani entrou com um habeas corpus no STJ pedindo a soltura do presidente da Alerj. A peça ataca a Justiça Federal. Diz que o TRF tenta “reescrever a Constituição” e conclui: “Juiz não faz lei”.

Parte pelo todo Avalia-se no universo jurídico que a prisão de Régis Fichtner servirá para reforçar sua disposição em fazer delação. Ele conhece cortes do Rio e tribunais superiores como poucos.

X

Leia a íntegra do Painel aqui.