TJ do Mato Grosso ainda não devolveu valores pagos a juízes e considerados irregulares pelo CNJ

Por Painel

A perder de vista Apesar da determinação do CNJ (Conselho Nacional de Justiça), em agosto, o Tribunal de Justiça de Mato Grosso ainda não devolveu os valores, superiores a R$ 100 mil, pagos a 84 magistrados da corte. Um dos juízes do TJMT chegou a ganhar R$ 503,9 mil em julho.

Nas regras Na ocasião, o CNJ considerou os pagamentos irregulares e o presidente do TJMT, Rui Ramos, alegou que o tribunal apenas quitou passivos relativos ao trabalho dos juízes entre 2004 e 2009. Ninguém foi encontrado na assessoria da corte para comentar o caso na sexta (3).

Leia a íntegra da coluna aqui.