General cancela participação em debate e afirma que advogados têm preconceito contra militares

Por Painel

Cadeira vazia Após aceitar convite do Instituto dos Advogados de São Paulo para um debate sobre direitos humanos e combate à corrupção, o general Sergio Etchegoyen, chefe do GSI (Gabinete de Segurança Institucional) do Planalto, cancelou sua participação no evento, marcado para quinta (19).

Honra ferida Em carta aos organizadores, o general revelou desconforto com as críticas feitas por advogados à iniciativa: “Me chocou profundamente a explícita manifestação de censura prévia, especialmente porque expressada em termos que denotam claro preconceito em relação aos militares”.

Leia a íntegra do Painel aqui.