Defesa de Bendine apresenta à Justiça comprovante de passagem de volta de Portugal

Por Painel

A defesa do ex-presidente do Banco do Brasil e da Petrobras Aldemir Bendine, preso nesta quinta-feira (27) na 42ª fase da Lava Jato, vai entregar à Justiça o comprovante da passagem de volta de Portugal.

O bilhete mostra que o retorno ao Brasil estava marcado para o dia 19 de agosto. Os advogados também apresentarão as reservas em hotéis nos quais ele se hospedaria.

A Polícia Federal divulgou que Bendine só havia comprado passagem de ida para Lisboa. O embarque iria ocorrer nesta sexta (28). De acordo com o Ministério Público Federal, essa foi uma das razões que justificou o pedido de prisão. Bendine também tem cidadania italiana, o que aumentava a possibilidade de fuga.

O advogado de Bendine, Pierpaolo Bottini, pedirá que a prisão temporária com base “na suposta viagem só de ida para Portugal” seja reconsiderada.

“Vale destacar que em 7 de julho o executivo juntou petição na qual se colocou à disposição do Ministério Público para esclarecer os fatos e juntou seus dados fiscais e bancários, abrindo mão do sigilo. A cautelar é absolutamente desnecessária”, disse.