Deputados alçados a ministros voltarão à Câmara para votar contra denúncia de Temer

Por Painel

O presidente Michel Temer determinou o retorno de ministros à Câmara dos Deputados nesta quinta (13) para votar contra a aprovação da denúncia em análise pelos parlamentares. A expectativa do governo é de que a acusação seja levada a Plenário na sexta (14).

O Diário Oficial publicará a exoneração dos titulares de 12 pastas:  Antonio Imbassahy (Secretaria de Governo), Bruno Araújo (Cidades), Fernando Coelho Filho (Minas e Energia), Leonardo Picciani (Esporte), Marx Beltrão (Turismo), Maurício Quintella (Transportes), Mendonça Filho (Educação), Osmar Terra (Desenvolvimento Social), Raul Jungmann (Defesa), Ricardo Barros (Saúde), Ronaldo Nogueira (Trabalho) e Sarney Filho (Meio Ambiente).

O Planalto avalia que a ida dos ministros terá impacto principalmente no PSDB, PSB e PPS.