Sob ameaça de Maia, governo Temer faz freio de arrumação e diz que tem 40 votos na CCJ

Por Painel

Pingos nos is Com o cacife do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), em alta, o Planalto fez um freio de arrumação na base. Ministros pediram a líderes de partidos que enviassem de 10% a 15% de suas bancadas à Câmara nesta sexta (7) para garantir a contagem do prazo para a apreciação da denúncia contra Temer.

Estamos vivos Aliados do governo viram como uma “grande vitória” o fato de terem conseguido reunir, na manhã de uma sexta-feira, 72 parlamentares no Congresso. O time de Temer diz que terá os votos para barrar a denúncia tanto na CCJ como no plenário da Câmara.

Na ponta do lápis O Planalto faz e refaz todos os dias contas de votos nas duas instâncias. Fechou a noite desta sexta (7) contando 40 votos a favor de Temer na CCJ.

Leia a íntegra da coluna aqui.