OAB do Rio decide abrir processo para investigar ex-procurador que foi advogar para JBS

Por Painel

Sub judice A seção da Ordem dos Advogados do Brasil do Rio de Janeiro vai abrir processo para investigar a conduta do ex-procurador Marcello Miller, informa Thais Arbex.  Miller integrava a força-tarefa da Lava Jato e deixou a PGR para atuar em um escritório de advogacia contratado pelo grupo da JBS.

Quem é Miller foi citado por Michel Temer em duro pronunciamento com ataques ao procurador-geral Rodrigo Janot. O presidente disse que o ex-procurador “recebeu milhões” para trocar a carreira pela advocacia. Miller negociou a migração para o escritório em que atua hoje por meses, estando na PGR. Ele pediu exoneração do MPF em 4 de março, três dias antes de Joesley Batista gravar conversa com o peemedebista.

Procedimento Cobrada por advogados, a OAB do Rio pediu informações a Miller. Ele entregou esclarecimentos ao órgão na sexta-feira (24). O Tribunal de Ética e Disciplina da entidade considerou as explicações insuficientes e decidiu abrir um inquérito. O caso, agora, tramita em sigilo.

Leia a íntegra da coluna aqui.