Irritado, Napoleão Maia teve pico de pressão no TSE após praguejar contra delatores e imprensa

Por Painel

Nas alturas Socorristas atenderam o ministro Napoleão Maia, nos bastidores do TSE, após ele vociferar contra delatores e a imprensa, quando o julgamento foi suspenso. O magistrado teve um grave pico de pressão.

Corrente Todos os integrantes da corte ficaram sensibilizados com a situação de Napoleão. Ele se exaltou depois que o filho tentou entrar no TSE sem estar trajado adequadamente. Segundo relatos, o rapaz levou uma gravata dos seguranças.

Ao que importa O gesto que mais chamou atenção foi o do ministro Herman Benjamin, que tem desavenças conhecidas com Napoleão. Os dois trocaram um abraço.

Até o fim Relator da ação que poderia ter cassado a chapa Dilma-Temer no TSE, Benjamin disse que concluiu o julgamento “muito cansado e péssimo de saúde”.

Arestas O ministro Admar Gonzaga classificou o pedido de impedimento levantado pelo procurador Nicolao Dino como “deselegante, sorrateiro e preconceituoso com a advocacia”.