Após rusgas em prévia, Doria e Andrea Matarazzo fazem ‘almoço de conciliação’ na prefeitura

Por Painel

Bandeira branca O prefeito de São Paulo, João Doria, atua para pacificar a relação com o político que foi o maior antagonista de sua candidatura pelo PSDB, o ex-vereador Andrea Matarazzo. O tucano convidou Andrea para almoçar nesta quarta (3). Falaram sobre projetos para a cidade e sobre as relações com a Câmara Municipal. Segundo pessoas próximas a Doria, foi um encontro de “conciliação”.

Estratégia Matarazzo deixou o PSDB depois que Doria venceu as prévias do partido, ainda em 2016. Na ocasião, o ex-tucano acusou o prefeito de ter cometido fraudes para vencer a disputa. Andrea se filiou ao PSD e disputou a eleição municipal como vice de Marta Suplicy (PMDB), que acabou em terceiro lugar.

Interlocutor O encontro foi precedido de uma breve conversa em um jantar, amplo, organizado pelo ministro Gilberto Kassab (Comunicações), fundador do PSD. Como quem não quer nada, Kassab alojou Doria e Andrea na mesma mesa.