Em nova propaganda, governo diz que ‘Brasil pode quebrar’ sem reforma da Previdência

Por Painel

Na nova rodada de propagandas sobre a reforma da Previdência, 0 governo Michel Temer compara as mudanças nas regras da aposentadoria com grandes feitos de governos passados.

A peça, apresentada aos deputados da base aliada em café da manhã com Temer nesta terça (18), adota o slogan “tudo o que é novo assusta” e cita como exemplos a vacinação, a obrigatoriedade do cinto de segurança, a privatização da telefonia e até o Plano Real. “Quando a novidade foi o Plano Real, não houve gente para dizer ‘não vai dar certo e deu'”, diz o locutor.

Como antecipou o Painel, o governo também usa o exemplo da crise enfrentada pelo Rio de Janeiro para afirmar que, sem a reforma da Previdência, o “Brasil pode quebrar”.

“O Estado do Rio mesmo já não consegue pagar seus aposentados em dia.”

A propaganda, feita pela Secretaria de Comunicação da Presidência, diz ainda que “outros governos tentaram resolver [a questão da Previdência] mas não conseguiram”. “Quanto mais tempo demorar, pior vai ficar.”