Propaganda de Doria em jogo da seleção causa desconforto em aliados de Alckmin

Por Painel

Cenas explícitas O fato de João Doria (PSDB) ter exibido a marca de um de seus projetos em jogo de futebol com transmissão nacional provocou profundo desconforto em aliados do governador Geraldo Alckmin (PSDB).

Ele sabia A propaganda –bancada pelo dono da Ultrafarma, Sydney Oliveira– foi anunciada por um auxiliar de Doria aos demais secretários em sua última reunião com toda a equipe.

Começou Com a disputa por protagonismo, veio o fogo amigo. Aliados de Alckmin dizem que o projeto Trabalho Novo, de Doria, é uma cópia de ação lançada pelo Estado, em 2003, para empregar adolescentes da antiga Febem no Mc Donald’s.

Vai vendo Donos de páginas anti-PT notaram uma mudança no comportamento de sua base social nas redes. Antes quase unanimidade entre esses usuários, a hashtag #Bolsonaro2018 começou a sofrer com a concorrência da #Doria2018.

 


TIROTEIO

Gosto de Doria, mas foram impróprias as falas dele sobre o presidente de honra do PSDB, que apenas fez uma análise conjuntural do partido

DO PRESIDENTE DO PSDB, SENADOR AÉCIO NEVES (MG), sobre declarações do prefeito de SP a respeito do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso


Jogando para a plateia

O presidente Michel Temer discursava no lançamento do Portal Único do Comércio Exterior, no Palácio do Planalto, nesta quinta-feira (23), quando decidiu interromper a própria fala.
Ele fez a pausa logo após sucumbir à tentação de usar uma de suas já famosas mesóclises, “dar-se-ia”, em meio a comentários sobre a melhora no ambiente econômico.
— Peço perdão. Dar-se-ia, não. Se daria.
Diante dos risos que sucederam a correção, Temer explicou, ainda no microfone, o motivo do esforço para mudar seu estilo:
— É para não ser criticado, né? Acham que é feio…

Leia a íntegra da coluna publicada no jornal aqui.