Capitaneado pela oposição, pedido de CPI da Carne Fraca conquista apoio de 90 deputados em um dia

Por Painel

No primeiro dia de coleta de assinaturas, o pedido de abertura de CPI da Carne Fraca recebeu apoio de 90 deputados, informa Angela Boldrini.

O requerimento é encabeçado pelos deputados Ivan Valente (PSOL-SP), Julio Delgado (PSB-MG) e Carlos Zarattini (PT-SP).

Embora a maioria das assinaturas seja de parlamentares da oposição, há deputados de partidos da base do governo, como PMDB e DEM entre os que apoiam a abertura da investigação.

De acordo com o texto da proposta de CPI, o objetivo é investigar os supostos crimes revelados pela operação e envolvimento de partidos e agentes públicos nas fraudes de fiscalização de frigoríficos.

O requerimento encontra, porém, resistência do setor ruralista da Câmara dos Deputados, que adotou postura de contenção de danos. No entanto, deputados afirmam que há descontentamento de alguns parlamentares dentro da bancada com o que chamam de monopólio das gigantes BRF e JBS no setor, ambas atingidas pela operação da PF.

São necessárias 171 assinaturas para a abertura de CPI, segundo o regimento da Casa.