Para Temer, relator de ação no TSE pedirá cassação da chapa; governo acha que reverte decisão

Por Painel

Rota traçada Aliados do presidente Michel Temer afirmam que ele já dá como favas contadas o voto do ministro Herman Benjamin, do Tribunal Superior Eleitoral, pela cassação da chapa na qual se elegeu como vice de Dilma Rousseff. Os mesmos auxiliares, porém, dizem que o prognóstico não define o fim do governo. Acham que é possível reverter o entendimento de Benjamin no plenário da corte e contam também com a eficácia de recursos endereçados ao Supremo Tribunal Federal.

Força-tarefa O Palácio do Planalto passou boa parte da tarde desta quinta (9) mobilizado para montar um esquema de segurança que blindasse Michel Temer de protestos durante sua visita a cidades do Nordeste nesta sexta-feira (10), nas quais inaugura obras da transposição do Rio São Francisco.

Reforço A equipe do presidente chegou a acionar o governador da Paraíba, Ricardo Coutinho (PSB), para que ele ajudasse a mapear a possibilidade de haver manifestações nos locais.

É meu O governo federal vai lançar, nas próximas semanas, campanhas publicitárias apenas para o Nordeste, na tentativa de faturar os louros da entrega de trechos da transposição. A ideia é dizer que, quando Temer chegou ao poder, tudo estava parado e foi ele quem decidiu priorizar o empreendimento.

Ensaio As falas de FHC, Aécio Neves, Geraldo Alckmin e Eunício Oliveira em defesa da separação do “joio do trigo” foram vistas como um aperitivo do discurso que dirigentes de partidos vão usar para defender anistia ao caixa dois e a dinheiro de propina usado em campanhas.

Sem freio A tese no Congresso é que não adianta mais tratar o caso com luva de pelica por medo da sociedade. “Nós já apanhamos e continuaremos a apanhar, mas não vamos mais fazer isso calados”, diz um parlamentar.

Fica… Diversos integrantes do PMDB entraram em campo para tentar acalmar os ânimos de Renan Calheiros (PMDB-AL), que voltou a fazer críticas a Temer.

…Para amanhã Aliados tentaram um jantar entre o senador e o presidente nesta quarta (8), mas Renan disse que tinha compromisso. A operação deu certo no dia seguinte. Os dois se encontraram à noite no Planalto.

Renda… Seguindo tradição adotada por outros parlamentares, Osmar Serraglio fez valer a polêmica regra constitucional que lhe permite ganhar no Ministério da Justiça um salário maior do que seus colegas de Esplanada que não são congressistas.

…Mínima Apesar de ter se licenciado do mandato, optou por continuar recebendo remuneração de deputado, de R$ 33.763, e não a de ministro, de R$ 30.934.

Dois coelhos Candidato declarado à Presidência, Geraldo Alckmin (PSDB) tenta formar uma frente com os outros 26 governadores do país para pressionar a liberação de verbas de depósitos judiciais a que os Estados têm direito desde o fim de 2016. Além de reforçar o caixa paulista, o tucano busca mais inserção nacional.

Deixa comigo De olho na repercussão política, o prefeito João Doria (PSDB-SP) se empenhou nas negociações com Guilherme Boulos pelo fim da ocupação da Paulista. O tucano pediu favores a ministros e determinou que um secretário acompanhasse todas as conversas.

Já volto Ex-diretora do Atlético Mineiro e atual secretária de Assuntos Institucionais de Belo Horizonte, Adriana Branco tirou quatro dias de licença não remunerada para acompanhar seu time na estreia da Libertadores, na Argentina.

Em casa O prefeito da capital, Alexandre Kalil, é ex-presidente do Galo. O publicitário Cacá Moreno, que tem a prefeitura e o Atlético Mineiro como clientes, também participou da excursão.

Visita à Folha Rodrigo Maia (DEM-RJ), presidente da Câmara dos Deputados, visitou a Folha nesta quinta (9), a convite do jornal, onde foi recebido em almoço. Estava acompanhado de Rodrigo Garcia, secretário de Habitação do Estado de São Paulo, e de Larissa Freitas, assessora de comunicação da presidência da Câmara.


TIROTEIO

Ativismo judicial é impedir que se exerça uma política pública. Combate ao trabalho escravo é política de Estado, não de governo.

DO PROCURADOR-GERAL DO TRABALHO, RONALDO CURADO FLEURY, sobre o presidente do TST, Ives Gandra Filho, suspender a publicação da “lista suja”


CONTRAPONTO

De joelhos

O dia das mulheres foi assunto nos corredores do Congresso. A senadora Simone Tebet (PMDB-MS), por exemplo, narrou aos colegas Eunício Oliveira (PMDB-CE) e Omar Aziz (PSD-AM) um dos mantras de seu marido.

— Ele diz que eu, para falar com ele, só ajoelhada — iniciou.

Após um instante de estranhamento entre os ouvintes, a parlamentar concluiu:

— Isso porque o homem está sempre debaixo da cama, todo escondido!