Rio Branco reformula grade e exclui disciplina de direitos humanos de curso que forma diplomatas

Por Painel

Tira, põe A grade curricular do Instituto Rio Branco passou por modificação. Disciplinas como direitos humanos e desenvolvimento sustentável foram excluídas. Entraram outras como defesa, segurança e política externa e técnicas de negociação.

Veja bem A decisão de repaginar o curso partiu do embaixador José Estanislau, que assumiu o instituto em outubro, e teve aval do Itamaraty. A ideia, diz, foi a de torná-lo “menos autorreferente”, “dando mais ênfase a política e economia internacional”.

Leia mais notas aqui.