Lava Jato torce para que Cármen Lúcia sorteie novo relator entre todos os integrantes do Supremo

Por Painel

Todo mundo dentro A Lava Jato em peso torce para que Cármen Lúcia homologue a delação da Odebrecht, ao menos o que já estiver pronto para sair do forno, em 1º de fevereiro, quando o Judiciário volta a dar expediente. Nos bastidores, teme-se que a operação “caia em mãos erradas” no STF. A ministra ainda não disse como escolherá o novo relator. Investigadores, porém, têm calafrios de pensar no sorteio de um nome apenas entre juízes da segunda turma — preferem que toda a corte seja opção.

Check A última audiência de Marcelo Odebrecht ocorre nesta semana. Com isso, sua colaboração ficará pronta para ser homologada a partir da semana que vem.

Pé vermelho Há um movimento em Curitiba para lançar João Pedro Gebran Neto, do Tribunal Regional Federal da 4ª Região, para a vaga de Teori Zavascki no STF. Próximo a Sergio Moro, ele integra a turma que revisa as decisões do juiz na Lava Jato.

Ruídos Mais um sinal de atrito entre Cármen Lúcia e o governo Temer é o fato de que Renato de Vitto, um dos integrantes do Conselho Nacional de Política Criminal e Penitenciária que renunciaram ao posto, é assessor da presidente do Supremo.

Gregos e troianos Após a reunião com o PTB nesta quinta (26), Michel Temer telefonou para o líder do PP, Aguinaldo Ribeiro, e disse que o partido está liberado para fazer o que quiser na disputa pelo comando da Casa.

Sem panelinha Temer também desencorajou o PMDB a formar bloco com outros partidos. Não quer melindrar aliados nem impor riscos à governabilidade após a eleição.

Bota água no feijão O deputado Júlio Delgado (PSB-MG) começou a fazer consultas para lançar seu nome à presidência da Câmara.

apode2701painel

Vigilante do peso Rodrigo Maia está de dieta e contabiliza ter perdido três quilos. Cortou carboidrato e só come proteína. Vai disputar a eleição com a silhueta mais fina.

Pra já Mesmo preocupado em não se sentar na cadeira de presidente reeleito antes da hora, Rodrigo Maia (DEM-RJ) deu sinais à bancada do Rio de que, “em qualquer posição”, tratará com urgência o projeto de lei da renegociação da dívida com a União.

Via expressa “O Rio sabe do meu compromisso com o Estado”, disse ele a aliados durante viagem de campanha nesta quinta-feira (26).

Vem na minha O governo fluminense aposta no rearranjo da base de Luiz Pezão para aprovar as medidas na Assembleia. Tem a expectativa de que PDT e PRB, que andavam rebeldes com o governo, melhorem a relação.

Aqui se paga Aliados de Maia, aliás, querem ir ao CNJ contra o juiz de primeiro grau que impediu liminarmente sua candidatura. Lembram que a Câmara tem, inclusive, representante no conselho.

Ah, o passado Hoje foragido, Eike Batista era o queridinho da política. Em 2012, Sérgio Cabral elogiou sua “visão fordiana, stevejobiana”. “O Brasil precisa reconhecer seus empreendedores”, afirmou o então governador.

Meu garoto No mesmo evento, uma cerimônia oficial em Porto do Açu, Dilma Rousseff não ficou atrás nos floreios. “Eike é o nosso padrão, a nossa expectativa e, sobretudo, o orgulho do Brasil.”

Exame demissional A TV Brasil decidiu manter o “Estação Plural”, programa LGBT que estreou ainda no governo Dilma, mas não renovou o contrato com a diretora Cássia Dian e a roteirista e editora Ana Ribeiro.

À nossa maneira A justificativa é corte de gastos, mas há a avaliação de que a emissora passará a ter mais controle sobre o programa. Procurada, a EBC disse que o contrato do “Estação Plural” ainda está em negociação.


TIROTEIO

Ou o Brasil aprova as reformas necessárias ou vamos flertar com as piores experiências dos nossos vizinhos latino-americanos.

DE PAULO HARTUNG (PMDB), governador do Espírito Santo, em defesa das mudanças nas regras trabalhistas e da Previdência propostas pelo Planalto.


CONTRAPONTO

Velha roupa colorida

O mural de Eduardo Kobra na avenida 23 de Maio, que amanheceu na quarta (25) pintado de cinza e pichado com rosto do prefeito João Doria, foi feito pelo artista em janeiro de 2009, com autorização do então secretário de Subprefeituras de Gilberto Kassab, Andrea Matarazzo.

No dia da inauguração do painel, Kassab anunciou que a Prefeitura de SP passaria a fazer um cadastro de pontos da cidade que poderiam ser grafitados — proposta similar foi anunciada por Doria nesta quinta (26).

— O grafite é uma arte, o que faltava era um canal de comunicação com o poder público para que juntos deixemos a cidade mais bonita — disse Kassab à época.