Vereadores de São Paulo que elevaram os próprios salários gastaram R$ 8 milhões com seus mandatos

Por Painel

Saco sem fundo De janeiro a outubro, os vereadores de São Paulo — os mesmos que elevaram os próprios salários em 26,3% em dezembro — gastaram R$ 8 milhões com seus mandatos. De acordo com os dados publicados no site da Câmara, 65 parlamentares, entre efetivos e suplentes, foram responsáveis pelo montante. Além do contracheque, cada vereador tem direito a uma verba anual de R$ 264.937,56 para despesas com serviços gráficos, correios, assinaturas de jornais e materiais de escritório.

Quem dá mais No topo da lista dos que mais gastaram está o hoje secretário de Turismo do governo Geraldo Alckmin, Laércio Benko (PHS). Até a primeira semana de agosto, período em que exerceu seu mandato, usou 100% da verba disponível — um total de R$ 159.698,47.

No vermelho Em maio, junho e julho, Benko desembolsou cerca de R$ 30 mil por mês, ultrapassando a média mensal. Os registros no site da Câmara mostram que, no período, ele contratou um escritório de advocacia — o que justificaria o excedente.

Siri no bolso Noemi Nonato (PR) é a segunda no ranking — usou 99,8% dos R$ 220.781,30 disponíveis até outubro. Os que mais economizaram foram Antonio Carlos Rodrigues (PR), David Soares (DEM) e Milton Leite (DEM), que presidirá a Casa em 2017.

O Aprendiz Será revelada na terça (3) o vencedor da licitação para comandar a assessoria de imprensa do governo de SP pelos próximos 15 meses. Com um contrato de R$ 11 milhões, a agência será responsável, na prática, por alavancar a imagem de Geraldo Alckmin para 2018.

Pra você Fernando Haddad sai da prefeitura deixando uma dívida de R$ 52 milhões com empresas de limpeza urbana. O montante representa a parcela de dezembro do reajuste dos contratos.

Entulho O valor deverá ser pago pela gestão João Doria, mas os empresários já fizeram chegar aos tucanos a possibilidade de paralisação do serviço. Sustentam que não há dinheiro suficiente para o pagamento dos funcionários.

Bis Auxiliares do petista dizem que o chamado Débito de Exercício Anterior é um expediente comum na transição de governos. Quando assumiu, Haddad teve de quitar dívida de Gilberto Kassab com empresas de limpeza.

Power Point Candidato a presidente da Câmara, Jovair Arantes (PTB-GO) reúne na terça (3) os 25 deputados de sua tropa para apresentar material gráfico, vídeos e o slogan de sua campanha — centrado na palavra coragem.

Carrega pedra Já o também candidato Rogério Rosso (PSD-DF) vai aproveitar sua viagem de fim de ano à Paraíba para se encontrar com eleitores. Tem almoço neste sábado (31) com deputados do PMDB, do PP e do PSD.

Mulher do padre Colegas de bancada dizem que Renan Calheiros está demorando muito para definir o posto que deseja assumir em 2017. Alguns falam na Comissão de Constituição e Justiça, mas a maioria ainda aponta a liderança do PMDB como destino final do senador.

Plano B O peemedebista corre o risco de chegar tarde e encontrar rebelada a bancada de seu partido. Nesse caso, poderia restar ao senador comandar a CCJ — considerada por ele sua segunda opção.

apode3112painell

Nem vem De um general da Lava Jato, sobre as gráficas que prestaram serviços à chapa Dilma-Temer, investigada pelo TSE, também terem atendido campanhas adversárias: “Quer dizer que as empresas só forneceram cigarro contrabandeado para um lado? Desculpe, não cola”.

Se a crise deixar Levantamento do Ministério do Turismo mostra que, em dezembro, 29% dos brasileiros afirmaram ter intenção de viajar nos próximos seis meses. Trata-se do mais alto índice desde janeiro de 2015.


TIROTEIO

Nesta toada, acabaremos como o Rio, onde o conúbio espúrio entre os poderes sangrou os cofres públicos e destruiu as instituições.

DO MINISTRO GILMAR MENDES (STF), atacando o corporativismo de setores do funcionalismo público na manutenção de privilégios.


CONTRAPONTO

E o meu, Victor Hugo, vem quando?

Em maio de 2014, meses antes do início da campanha eleitoral à Presidência, o governador Geraldo Alckmin (PSDB) recorreu a Victor Hugo para dizer que havia chegado o tempo de Aécio Neves.

O tucano, porém, terminou a eleição derrotado pela petista Dilma Rousseff.

— Victor Hugo dizia que nada segura a ideia de que chegou o seu tempo. E é tempo de Aécio Neves!

Mais de um ano depois, em dezembro de 2015, Alckmin voltou à citação para declarar apoio a João Doria.

— Victor Hugo dizia, João, que nada segura a ideia de que chegou o seu tempo. E quero dizer que ficarei muito feliz se esse tempo for João Doria para trabalhar por SP.