Privatização de empresas estaduais pode ser usada para quitar dívidas de governos com a União

Por Painel

Não aceito fiado A privatização de empresas estaduais pode ser usada para quitar dívidas de governos com a União. Os Estados leiloariam companhias de saneamento e bancos regionais para quitar débitos federais. O Planalto ainda cogita autorizar empréstimos do BNDES desde que ativos rentáveis sejam usados como garantia. Essas são algumas das medidas em estudo pela equipe econômica para tentar salvar governos à beira da bancarrota, caso de Rio de Janeiro, Minas Gerais e Rio Grande do Sul.

Nem almoço grátis Mas a ajuda só virá se os governadores se comprometerem a apoiar no Congresso a aprovação do plano de recuperação fiscal que será reenviado ao Legislativo em fevereiro.

Espera sentado Rogério Rosso (PSD-DF), candidato à presidência da Câmara contra Rodrigo Maia (DEM-RJ), visitou o concorrente dias atrás. Pediu que o colega esperasse o Supremo se pronunciar antes de oficializar seu nome ao comando da Casa.

Neca de pitibiriba Na conversa, Rosso afirmou que a candidatura de Maia gera insegurança jurídica. O atual presidente da instituição dispensou o conselho. Disse ter pareceres afirmando que sua recondução é constitucional.

Vai que cola Tucanos de frondosa plumagem andam defendendo o nome de José Serra para a presidência do Senado caso Eunício Oliveira (PMDB-CE) eventualmente desista de disputar o posto.

Fraternidade Henrique Meirelles (Fazenda) assina nos próximos dias a entrada do Brasil no seleto Clube de Paris, grupo originalmente formado por 21 países para ajudar financeiramente nações em crise econômica.

Freguês O senador Romero Jucá (PMDB-RR), líder do governo no Congresso, será o relator da medida provisória que facilita a regularização fundiária no país.

Não deu O Planalto avisou ao deputado Hildo Rocha (PMDB-MA) que vetará sua emenda na reforma do ISS. Rocha propôs que o imposto sobre operações com cartão de crédito fosse em favor dos municípios em que foram realizadas e não na cidade da administradora do cartão.

Troco Nas contas do deputado peemedebista, a emenda teria potencial para injetar R$ 9 bilhões por ano nos cofres municipais.

Coração de mãe Milton Flavio, que coordenou o programa de Saúde na campanha de João Doria, será subsecretário de Relações Governamentais da gestão tucana — fará, portanto, a articulação com os vereadores.

Chegou a fatura Militantes do PSDB têm enviado nos grupos de WhatsApp do partido mensagens cobrando Doria. Em uma delas, José Carlos Pugliano Jr., do diretório de Santo Amaro, pede a chefia de gabinete da prefeitura regional do bairro.

José trabalhador “Caro João, fui o primeiro presidente zonal do PSDB a te apoiar e abdiquei de cargo no Detran por acreditar na nossa vitória. Foi um trabalho de 24 horas por dia. Por isso, fico triste e apreensivo por não ter a minha situação resolvida”, escreveu ele, desolado.

Doria_gari

Faz a bainha João Doria deu-se ao trabalho de enviar a seus secretários os uniformes de garis que eles usarão no dia 2, no lançamento do projeto Cidade Linda. O tucano orientou os auxiliares a provarem os macacões para garantir que todos serviriam.

Só love Na primeira saída de casa após uma cirurgia na coluna, José Serra foi ver Geraldo Alckmin nesta quinta (29). Retribuiu a visita que o governador lhe fez quando ainda estava no hospital.

Choque de gestão Com o congelamento da tarifa do transporte, integrantes do governo Alckmin já admitem a possibilidade de o Metrô, hoje sustentável com as próprias receitas, se transformar em deficitário logo logo.


TIROTEIO

Com essa agenda de retirada dos direitos do trabalhador, não haverá saída. Teremos de voltar às ruas em 2017.

DE RAIMUNDO BONFIM, coordenador da Central de Movimentos Populares, sobre as reformas previdenciária e trabalhista defendidas por Michel Temer.


CONTRAPONTO

Trava-língua

Depois de João Doria (PSDB) anunciar, nesta quinta (29), as ações do projeto Cidade Linda, os futuros secretários concederam entrevistas aos jornalistas.

Patrícia Bezerra, de Direitos Humanos, falava sobre o prefeito ter convocado os auxiliares a se vestirem de gari.

— O prefeito nos conclamou a tirar essa coisa vestal de secretários e descer num patamar abaixo para se humanizar e se colocar no lugar do outro — disse.

Diante de olhares constrangidos, emendou:

— Colocar a roupa que o gari usa para prestar serviço na cidade é também colocar a roupa que a gente tem que vestir a serviço da cidade.