Desde 2010, Câmara gastou R$ 7,9 milhões com diárias de deputados em viagens ao exterior

Por Painel

Quem quer dinheiro De 2010 até o início de novembro deste ano, a Câmara já gastou, em valores corrigidos, a bagatela de R$ 7,9 milhões em diárias para as viagens internacionais de seus deputados. Eles têm direito a cerca de R$ 1.400 para cada dia em missão fora do país.

Escalada Os valores crescem ano a ano exceção a 2014, quando houve eleição. Em 2010 foram R$ 656 mil contra R$ 1,8 milhão nos dez primeiros meses de 2016. Em passagens internacionais, foram gastos outros R$ 12,7 milhões no mesmo período.

Ossos do ofício A Câmara sustenta que as viagens estão condicionadas a ganhos institucionais e à “promoção do intercâmbio legislativo, das relações comerciais e do compartilhamento de tecnologias, entre outros ganhos”.

No início de dezembro, a Folha mostrou que a Câmara bancou, com passagens aéreas e diárias, 1.283 viagens de deputados federais ao exterior desde 2010, em uma média de uma decolagem a cada dois dias.

Leia mais notas aqui.