Centrão vai ao STF para impedir candidatura de Maia à reeleição na Câmara

Por Paulo Gama

O centrão apresentou nesta quinta-feira (15) um pedido para que o STF (Supremo Tribunal Federal) impeça o atual presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), de tentar a reeleição em fevereiro.

Assinado pelo Solidariedade, do deputado Paulinho da Força (SP), o pedido sustenta que a Constituição é clara ao proibir a candidatura à reeleição na mesma legislatura, independentemente de o mandato exercido ser tampão — como é o caso de Maia.

“A proibição prevista para a recondução do Presidente da Câmara dos Deputados na mesma legislatura também se aplica ao deputado que tenha sido eleito para completar o mandato de Presidente em razão de vacância definitiva”, escreve o partido.

O centrão discute lançar um candidato de oposição a Maia. Os mais cotados são Rogério Rosso (PSD-DF), Jovair Arantes (PTB-GO) e Aguinaldo Ribeiro (PP-PB).

Na peça, o partido pede que o Supremo decida, liminarmente, pela impossibilidade da candidatura de Maia o quanto antes.

“Não há dúvida de que a incerteza sobre a candidatura do atual presidente pode atrapalhar e viciar o processo eleitoral. Essa incerteza influencia as alianças e as estratégias que já estão sendo tomadas pelos candidatos.”