Sindicato ligado à CUT compara gestão de Parente na Petrobras ao nazismo

Por Painel

Minha luta A Federação Única dos Petroleiros, ligada à CUT, comparou ao nazismo a gestão de Pedro Parente na Petrobras e pediu aos funcionários que não apoiem as medidas para sanear a estatal tal qual “prisioneiros de campos de extermínio entrando na câmara de gás”.

Leia mais notas aqui.