Às vésperas da eleição, ministérios deixam de receber recursos para pagar emendas já prometidas

Por Painel

Tem, mas acabou Ao menos três ministérios deixaram de receber, em setembro, recursos para pagar uma parcela das emendas parlamentares que já tinham sido autorizadas pelo Planalto.

Promessa é dívida O “calote” irritou deputados, que, às vésperas do primeiro turno, haviam obtido sinalização do governo de que os investimentos em suas bases eleitorais seriam honrados.

Leia mais notas aqui.