Cobrado a profissionalizar comunicação, Temer ouve figurões da publicidade antes de campanhas

Por Painel

Alma do negócio Aliados bombardeiam Michel Temer para que profissionalize já a comunicação do governo — afinal, o primeiro logotipo de sua gestão foi chancelado por Michelzinho, 7. Em encontro com o presidente nesta semana, Aécio Neves (PSDB) alertou: “Ou o governo mostra ao povo a gravidade da situação do país ou em seis meses a conta é sua”, disse o tucano ao peemedebista. O Planalto decidiu ouvir figurões do mundo publicitário antes de colocar suas primeiras campanhas no ar.

Tim-tim por tim-tim As propagandas iniciais serão dedicadas a explicar as reformas estruturais da Previdência e do limite de gastos.

Showman Roberto Justus, apresentador de reality shows da Record e presidente do Grupo Newcomm, foi recebido no Palácio do Planalto nesta semana por Eliseu Padilha (Casa Civil) e por Márcio de Freitas (Comunicação).

Corneteiro O presidente decidirá quem será seu porta-voz quando retornar de sua viagem aos Estados Unidos.

Teto sem claraboia Temer e Padilha ouviram um recado de Delfim Netto em almoço nesta sexta (16): o governo está no rumo certo, mas não pode de forma alguma flexibilizar a PEC do teto de gastos. É “indispensável” manter tudo, alertou.

Tô certo ou tô errado O ministro da Casa Civil descarta qualquer recuo: “Não vamos mudar nada. Sem chance. A decisão do presidente é que não se acolha nenhuma mudança. O texto que está no Congresso é fundamental”.

Barulho por nada Apesar da consciência do Palácio do Planalto de que o PSDB pode pular fora do barco em 2017, a equipe econômica faz uma ponderação: ainda assim votariam a favor do ajuste.

apode1709painell

Sentou na janelinha Um líder do centrão resume assim o ciúme: “Se a base aliada fosse um avião, o PSDB estaria na executiva e nós, na econômica. O Michel precisa assimilar que companhia nenhuma se mantém voando só com a primeira classe”.

Calhamaço Já tem 50 páginas o documento com as explicações que o Instituto Lula enviará à Receita Federal, justificando que não houve desvio de finalidade da entidade. O prazo de entrega das repostas termina no dia 29.

Seguro? Algumas das perguntas da Receita chamaram a atenção dos auxiliares de Lula. Uma delas questiona o motivo de, em viagens internacionais, os seguranças do ex-presidente não ficarem hospedados em hotéis mais baratos do que o do petista.

Alta da UTI Henrique Meirelles (Fazenda) se reuniu nesta semana com diversas empresas internacionais e saiu animado das conversas.

Cri cri cri… O governador Geraldo Alckmin ainda não enviou ao Ministério Público Eleitoral os esclarecimentos sobre “eventual oferta de secretarias de Estado a agremiações políticas” em troca de apoio a João Doria (PSDB) na eleição em São Paulo.

Perdido na nuvem O pedido foi entregue ao procurador-geral de Justiça de São Paulo, Gianpaolo Smanio, em 6 de setembro. Procurado, o governo afirmou não ter recebido a solicitação.

The end Doria deve ser ouvido nesta semana pelo promotor José Carlos Bonilha, na etapa final do procedimento preparatório que pode resultar em uma ação contra sua candidatura por suposto abuso de poder político.

Nem cócegas A defesa do tucano diz acreditar que o processo será arquivado, “como as demais acusações amplamente alardeadas”.

Visita à Folha Ricardo Barros (PP), ministro da Saúde, visitou a Folha nesta sexta-feira (16), onde foi recebido em almoço. Estava acompanhado de Luiz Rila, diretor de comunicação do ministério, e Renato Strauss, chefe de assessoria de imprensa.


TIROTEIO

Temer é inseguro e vacilante. Vetou o aumento por pressão do mercado e mandou a líder do governo dizer que revogaria o veto.

DO SENADOR LINDBERGH FARIAS (PT-RJ), sobre o veto ao reajuste de defensores públicos e a previsão de Rose de Freitas (PMDB-ES) de que ele pode cair.


CONTRAPONTO

Ele na cigarrilha e eu nas redes

No discurso desta quinta (15), o ex-presidente Lula falava do dia de sua condução coercitiva.

— Levaram o iPad dos meus netos, já até falei para o diretor-geral da PF: cadê o celular da Marisa? — disse ele sobre o aparelho apreendido durante as buscas em sua casa.

— É só para ela ficar no zap com as amigas. A mulherada conversa até 3h da manhã — continuou, bem humorado.

As mulheres que acompanhavam o discurso logo interromperam a fala do ex-presidente:

— Os homens também ficam!

O petista, então, preferiu emendar:

— Estão me cobrando aqui. Os homens também ficam!