PGR pede desmembramento de caso de Henrique Alves para que Curitiba apure crime financeiro

Por Painel

Rumo ao Sul A Procuradoria-Geral da República pediu ao Supremo para que o Ministério Público em Curitiba investigue se o ex-ministro Henrique Alves cometeu crime financeiro. Ele já foi denunciado ao STF por corrupção e lavagem de dinheiro.

Ralé O fim da negociação da PGR com Léo Pinheiro, após a notícia de que ele citou Dias Toffoli na delação, irritou políticos. “Quando vaza contra o STF, paralisa. Quando é contra a gente, nada! Cadê o ‘erga omnes’?”, questionou um ministro de Temer.

Volver Executivos de 20 grandes empresas irão à Argentina em setembro atrás de investimentos. A missão será liderada por Robson Braga de Andrade, da CNI.

De olho Empresas como a Vale já haviam demonstrado interesse em retomar negócios com o país vizinho.


TIROTEIO

Quem pensa que crise termina com o processo de impeachment está enganado. Não sabe que ela está só começando.

DE AFIF DOMINGOS, presidente do Sebrae, sobre os desafios para a economia brasileira mesmo depois do afastamento definitivo de Dilma Rousseff.


CONTRAPONTO

Me escapuliu

A orelha do ministro José Serra deve ter queimado nesta segunda-feira (22) durante almoço de Michel Temer com líderes de partidos aliados na residência oficial da presidência da Câmara.

No encontro, um dos convivas relatou, sorrindo, ao interino um diálogo entre o chanceler e o presidente do Comitê Olímpico Internacional, Thomas Bach, no encerramento dos Jogos.

— Fiquei muito feliz com a nossa vitória sobre a Alemanha no futebol masculino — afirmou Serra, exultante.

O dirigente respondeu com um sorriso amarelo. E por um motivo apenas: Bach é alemão.