Em campanha contra cassação, Eduardo Cunha vai mandar cartas personalizadas a deputados

Por Painel

“Verba volant” Eduardo Cunha se vira como pode para tentar preservar seu mandato. Tal qual Dilma Rousseff, o ex-presidente da Câmara vai mandar cartas com os argumentos de sua defesa a congressistas. A diferença é que elas serão personalizadas. E ele sabe exatamente o que dizer a cada deputado. O peemedebista já escreveu 273 dos textos individuais. A ação não será a única: pretende telefonar e conversar pessoalmente com os colegas para tentar convencê-los de que não merece ser cassado.

Toca Rauul Cunha citou a canção “Ouro de Tolo” para resumir a campanha: “Eu não vou ficar sentado com a boca escancarada cheia de dentes esperando a morte chegar”, disse a interlocutores.

Leia mais notas aqui.