Matarazzo se encontra com Marta Suplicy e sela acordo para ser vice em chapa do PMDB

Por Renata Agostini

O vereador Andrea Matarazzo (PSD) encontrou-se nesta segunda-feira (25) com a senadora Marta Suplicy (PMDB) e selou acordo para ser vice em sua chapa à Prefeitura de São Paulo.

No domingo (24), Matarazzo havia se encontrado com o presidente do PSD, Gilberto Kassab, em São Paulo. A cúpula do partido, ao qual se filiou recentemente após deixar o PSDB, o pressionava há dias a desistir de sua candidatura e se aliar ao PMDB.

Com o acordo para a coligação, que deve ser oficializado formalmente em breve, o destino do PTB torna-se incerto. O partido concordou em se coligar com o PMDB na corrida municipal em troca do posto de vice. O acordo era que Marlene Machado comporia a chapa com Marta Suplicy.

Campos Machado, presidente do PTB em São Paulo e marido de Marlene, sinalizou nesta segunda (25) a José Yunes, presidente do PMDB paulistano, que o partido não está interessado em outros tipos de acerto e se mostrou contrariado com as negociações com o PSD.

Matarazzo deixou o PSDB, partido ao qual foi filiado por mais de duas décadas, após perder as prévias para João Doria. O vereador acusou o rival de pagar filiados para vencer a disputa.

Já como pré-candidato do PSD a prefeito, seu apoio passou a ser cobiçado pelo PMDB, de Marta Suplicy, e pelo PRB, de Celso Russomanno.