Dilma apresentará carta aos senadores às vésperas da ‘prévia’ do impeachment no plenário

Por Painel

Vai que cola Dilma Rousseff apresentará sua carta aberta aos senadores às vésperas da pronúncia, espécie de prévia da votação do impeachment, em 9 de agosto.

Sem spoiler Aliados de Dilma andam fazendo suspense sobre a estratégia para o julgamento final da petista, quando o Senado se transformará em uma espécie de júri. “O momento é de andar com transponder desligado”, diz um auxiliar da petista.

Eita Um importante petista faz a seguinte avaliação: Se, na pronúncia, Dilma não conseguir mais do que os 22 votos conquistados lá atrás, na abertura do processo, dará um atestado de fracasso.

Novelesco Caso o senador Eduardo Braga (PMDB-AM) e sua mulher, Sandra, optarem por não votar, a vaga irá para Lírio Parisotto, segundo suplente do ex-ministro de Dilma. O bilionário foi acusado de agressão pela ex-namorada Luiza Brunet.

Não estou na pista A interlocutores o lobista Milton Lyra afirma que ainda não pensa em aderir à delação. Miltinho é conhecido por sua proximidade com peemedebistas graúdos, como o presidente do Senado, Renan Calheiros.

Leia mais notas aqui.