Rivais de Cunha querem que sua cassação seja votada num domingo, a exemplo de impeachment

Por Painel

O troco Opositores de Eduardo Cunha querem que sua cassação seja votada num domingo — a exemplo do que o peemedebista fez com Dilma. Jandira Feghali (PC do B-RJ) quer até telões na Esplanada.

Contra o feiticeiro Rivais do peemedebista desdenham do argumento de Ronaldo Fonseca, que quer anular a votação no Conselho de Ética por ter sido nominal. “Ele não fez assim com Dilma? Agora, aguenta”, diz um.

Leia a íntegra da coluna aqui.