Vereador acusa presidente do Conselho de Ética de compra de votos em 2014; Araújo nega ilegalidade

Por Painel

Aponta o dedo O presidente de uma Câmara municipal da Bahia acusa José Carlos Araújo (PR-BA) de comprar votos na eleição de 2014. João Humberto Batista, de Morro do Chapéu (BA), apresentou uma gravação em que o chefe do Conselho de Ética da Câmara relata uma negociação de votos com um deputado estadual.

Grampeado “O cara tá querendo 100, mas dá pra gente regular. Regulamos, o cara fez por 75, três de 25. Fizemos o negócio e pagou o cara”, diz Araújo na gravação obtida pela coluna.

Defesa O deputado diz se tratar de retaliação do antigo aliado e que estava, na verdade, negociando valores para uma pessoa que faria sua campanha. “Pagamento pelo serviço, não pelos votos”, afirmou. O deputado estadual citado não foi localizado.

Leia a coluna completa aqui.