Ex-secretário de Educação de Alckmin e suspeitos da máfia da merenda serão ouvidos na Assembleia

Por Painel

A bancada do PT na Assembleia Legislativa de São Paulo aprovou nesta terça (3) a ida do ex-secretário de Educação de SP Herman Voorwald para falar sobre a máfia da merenda.

Também serão chamados Fernando Padula, ex-chefe de gabinete da Secretaria de Educação, e Luiz Roberto dos Santos, conhecido como Moita, que era chefe de gabinete da Casa Civil do governo Paulista.

Os três são inquiridos na Comissão de Educação sobre o esquema de desvio de verba para a compra de merenda nas escolas estaduais de SP.

Havia a ameaça de convocar os depoentes. Mas um acordo transformou o ato em convite com a garantia de que todos comparecerão.

A previsão é que Moita fale aos deputados no dia 10 de maio. Padula deve ser ouvido no dia 24. E Herman, no dia 31.

As agendas foram costuradas pelo líder da bancada petista, deputado. José Zico Prado