PRB decide romper com o governo

Por Painel

A bancada do PRB (Partido Republicano Brasileiro) na Câmara acaba de decidir que deixará a base de apoio ao governo. O ministro do Esporte, George Hilton, deixará o cargo à disposição.

É o primeiro partido aliado a debandar após a crise abater o Palácio do Planalto. O PSB havia se declarado como “oficialmente” na oposição. A sigla, contudo, mantinha-se como neutra.

A decisão foi unânime. O partido tem hoje 22 deputados na Casa — o número ainda pode mudar até o fim da janela para mudança partidária. No Senado, o PRB é representado por Marcelo Crivella.

O rompimento foi votado em reunião entre os parlamentares e lideranças do partido em encontro na Câmara dos Deputados, em Brasília.

A intenção do partido era debater o tema apenas na semana que vem, mas a decisão da presidente Dilma Rousseff de nomear Lula para a Casa Civil precipitou a reunião.