Levy diz a interlocutores que deixará Fazenda, mas não quer problemas para Dilma

Por Painel

Comigo, não Já na noite terça, Levy afirmou a interlocutores não ter intenção de criar problema para Dilma, saindo “no meio do fogo”, mas que não tolerará a pecha de “anti-Bolsa Família”. Amigos apostam que o ministro não fecha janeiro no cargo.

Epitáfio O chefe da Fazenda foi aconselhado a ser o mais sutil possível no seu roteiro de despedida. O ministro prometeu ser “discreto e elegante”.

Pão nosso Nos diálogos mantidos após a revisão da meta, Levy apontou a aprovação do projeto da repatriação. “Os senadores foram nota 10. No fim, o que vai botar o pão na mesa do brasileiro é isso”, disse ele a interlocutores.

Feliz Levy comemorou “um fato raro em qualquer governo”: extinguir uma estatal. “Ao lado do Braga [ministro de Minas e Energia], o Tesouro conseguiu fechar a Eletronet”, afirmou à equipe.

Leia a íntegra da coluna aqui