Na prisão, Odebrecht diz que torneira vazando é desperdício de verba pública

Por Painel

Lamento Quando chegou à carceragem da Polícia Federal em Curitiba, Marcelo Odebrecht fez uma reclamação que surpreendeu os agentes do centro de custódia.

Pelo ralo Logo que entrou em sua cela, o empreiteiro denunciado pela Lava Jato sob suspeita de corrupção se queixou de que a água da torneira não parava de pingar.

Oi? Em seguida, disparou, para espanto geral de quem o acompanhava: “Isso é desperdício de dinheiro público”, disse Marcelo, conforme relatos registrados na ocasião.

Outro lado Procurada, a assessoria da Odebrecht disse que não comentaria os relatos.

Leia a coluna na íntegra aqui.