Após ato de Cunha, cúpula da Câmara loteia assessores entre aliados

Por Painel

Camaradagem A cúpula da Câmara usa cargos criados para prestar assessoramento técnico ao comando da Casa para inflar gabinetes de aliados. Dos 288 postos existentes para auxiliar a Mesa Diretora, 138 foram cedidos a correligionários. Muitos estão lotados em outros gabinetes. Outros atuam nos escritórios políticos dos congressistas nos Estados. O desvio de função tornou-se oficial em julho, após o presidente Eduardo Cunha (PMDB-RJ) pautar uma resolução ao plenário autorizando o troca-troca.

Wally Um dos casos é o de Luiz Fernando Lacerda, assessor de Carlos Sampaio (PSDB-SP). Originário do gabinete de Cunha, ele é lotado na Terceira Secretaria da Mesa, mas fica em Campinas, no escritório político do tucano. Perguntado a qual gabinete pertence, ele afirma: “Não sei exatamente. Melhor perguntar ao deputado”.

Pizza A deputada Mara Gabrilli (PSDB-SP), terceira secretária da Casa, diz ter procurado Carlos Sampaio para resolver o problema. “O funcionário tem de estar em Brasília” para não haver irregularidade. “Ele é um mais ou menos, é meia calabresa, meia margherita”.

Foi mal Não foi tranquilo o encontro ultrarreservado entre a presidente Dilma e o ex-ministro Antonio Palocci. Relatos dão conta de que houve momentos tensos durante a reunião que ocorreu na semana passada.

Palpite Interlocutores afirmam que Palocci foi à Granja do Torto para dar explicações acerca da acusação de um dos delatores da Lava Jato de que testemunhou um acerto de dinheiro, supostamente ilícito, para a campanha presidencial de 2010. O ex-ministro refuta essas alegações.

Por aqui Nem precisa de empurrãozinho do PT. Amigos atestam que Dilma não anda nada feliz “com o estilo PF” de apurar.

Antiaéreo Pelo sim, pelo não, policiais que integram postos de comando na instituição esperam forte reação após a ação contra um dos filhos de Lula. “Precisamos proteger a corporação”, diz.

Faroeste Advogado do PT, Flávio Caetano dispara contra os adversários tucanos. “Então o PSDB troca 80% dos recibos eleitorais, não responde a problemas apontados pelo TSE e acha má-fé um pedido de investigação?”

Dilma x Lula Pesquisa do Ibope Inteligência, feita em outubro, mostra que, para 57% dos brasileiros, a razão da crise econômica é o fato de a presidente Dilma Rousseff ter adotado uma forma de governo diferente da do ex-presidente Lula.

Lula lá Para 38% da população, o Brasil estaria em situação melhor se administrado por Lula. Já entre aqueles com ensino superior, 47% afirmam que a crise é consequência de Dilma ter continuado a forma de governo do antecessor.

Foco? A bancada tucana definiu que só baterá o pé por um dos três pontos que incomodam na prorrogação da DRU: o aumento de 20% para 30%. Os outros dois –uso de fundos constitucionais e extensão da medida para além de 2016–não são cruciais.

Prejuízo Deve ficar em R$ 900 mil o custo da auditoria encomendada pelo PSDB nas urnas eletrônicas de 2014.

Estratégia Os advogados de Marcelo Odebrecht decidiram que o depoimento do empreiteiro ao juiz Sergio Moro seria por escrito para evitar “margem a qualquer questionamento”.

APODE0111PAINEL

Blindagem A defesa também quis evitar a possível postura arrogante do empreiteiro, conhecido pelo temperamento forte.

Refúgio O secretário Floriano Pesaro vai propor a Geraldo Alckmin que transforme uma das 25 escolas fechadas na capital paulista em uma casa para abrigar imigrantes.


TIROTEIO

Lula não terá seu “Diários da Presidência” porque constata-se hoje que os relatos de seu período são impublicáveis.

DO DEPUTADO SAMUEL MOREIRA (PSDB-SP), sobre o ex-presidente FHC ter lançado o primeiro livro de registros dos oito anos em que presidiu o Brasil.


CONTRAPONTO

Amigos íntimos

Em meados de seu primeiro mandato, Dilma Rousseff termina uma solenidade no Palácio do Planalto e se depara com Henrique Meirelles, ex-presidente do Banco Central, no elevador. Ciente de que os rumores de estremecimento entre os dois circulavam fortemente já naquela época, a presidente faz uma revelação para demonstrar justamente o contrário.
–Meirelles, explica aqui pro pessoal que eu te vi de pijama –diz Dilma.
–Presidente, explica que era uma viagem internacional no avião do Lula. E que não era exatamente um pijama. Era um moletom –solta Meirelles, constrangido.