Alckmin quer ICMS maior de cerveja e cigarro e tributo menor de remédio

Por Painel

Projeto… O governador Geraldo Alckmin envia nesta quarta para a Assembleia proposta de aumento do ICMS da cerveja (de 18% para 25%) e do cigarro (de 23% para 30%). Mas diminui o tributo sobre remédios (de 18% para 12%) e zera o ICMS do arroz, do feijão e da areia.

… 2018 O governador quer criar também o Fundo de Pobreza, que receberá 2% dos recursos arrecadados para projetos da área social. Se as medidas forem aprovadas, R$ 3,4 bilhões entrarão no cofre do Bandeirantes. Parte do dinheiro será compartilhada com municípios.

Fica a dica Aliados afirmam que, além de melhorar a arrecadação estadual, os projetos teriam o efeito político de diferenciar a gestão paulista da administração de Dilma Rousseff, que pouco tem ajudado a resolver os problemas de caixa dos demais entes da federação.

Leia a íntegra da coluna aqui.