Nardes recebe grupo pró-impeachment e defende agilizar decisão sobre Dilma

Por Paulo Gama
O ministro Augusto Nardes, do TCU, recebe grupo que pede a saída de Dilma (Foto: Divulgação)
O ministro Augusto Nardes, do TCU, recebe grupo que pede a saída de Dilma (Foto: Divulgação)

O ministro Augusto Nardes, responsável pelo processo que analisa as contas de 2014 da presidente Dilma Rousseff no TCU, recebeu nesta segunda-feira (28) integrantes de movimento que pede o impeachment da petista.

Ao final do encontro, ao lado de uma manifestante que carregava um boneco do ex-presidente Lula vestido com roupas de presidiário, Nardes diz que “quanto mais breve possível” as contas forem julgadas, “melhor para a nação brasileira”.

“Esperamos que a gente faça um trabalho importante para o país. Já demos todo o direito do contraditório, demos os prazos, todo o procedimento interno que se estabelece. […] Quanto mais breve possível [a decisão], melhor para a nação brasileira”, diz o ministro.

A oposição aposta que o tribunal rejeite as contas da gestão de Dilma em 2014 para fortalecer argumentos do pedido pelo afastamento da presidente apresentado à Câmara.

O ministro também diz ao grupo que está “trabalhando muito para finalizar o relatório” e que tem a expectativa de que “no mais tardar nesta semana, a gente possa já definir uma data para a votação”.

Ele tenta tranquilizar os manifestantes dizendo que o tribunal é “eminentemente técnico” e que todos os que estão trabalhando no caso “são concursados”. “Vivemos uma democracia. O Brasil precisa transpirar a democracia.” O grupo puxa palmas ao ministro depois da conversa.