Aliados negam que desabafo de Temer indique que vice vá romper com Dilma

Por Painel

Ato falho? A declaração de Michel Temer de que o país precisa de “alguém que tenha capacidade de reunificar todos” animou a oposição e a ala do PMDB que prega o rompimento com Dilma Rousseff. O grupo trata a declaração como o primeiro sinal público de que o vice se convenceu de que o país não sairá da crise sob o comando de Dilma. Aliados do vice reconhecem que a fala dá margem a essa interpretação, mas sustentam que ele quis exortar o Congresso a se unir em prol do país.

Reset A entrevista do vice foi precedida de tensa reunião com líderes de partidos aliados na Câmara. Orlando Silva (PC do B) chegou a dizer que a única solução seria recomeçar o governo “do zero”.

Omo De um participante: “Foi uma lavação de roupa suja tremenda. O problema é que a água acabou e a roupa continua encardida”.

Lá e cá Já no encontro com senadores, que estão dispostos a ajudar, Temer chamou a atenção pelo pessimismo inusual. “Nossa situação é difícil e não é hora para sorrisinhos”, disse.

Da paz Os acenos de Aloizio Mercadante (Casa Civil) ao PSDB nesta quarta na Câmara foram uma tentativa de evitar que a sessão se transformasse em mais um cenário de desgaste para o Planalto.

Porta… Nas inserções que leva ao ar nesta quinta e sábado, o PSDB usa falas de Dilma dizendo que a inflação está sob controle e que a conta de luz iria baixar. “Nós sabemos que isso não aconteceu”, dizem as peças.

… da rua Em seguida, o partido diz que, convocados por entidades da sociedade civil, “os brasileiros estarão de volta às ruas” no dia 16. “Se você está cansado de tanta mentira e corrupção, participe”, exorta a propaganda.

Frigideira Apesar da expectativa de panelaço, Dilma será mantida no programa do PT, que vai ao ar também nesta quinta. Ela repete que 2015 é um ano de “travessia”.

Ex-mai love Antes da prisão de José Dirceu, o PT decidira não citá-lo no programa. Após a prisão, voltaram a discutir e a decisão foi mantida.

Túnel do tempo Lula vai defender as gestões do PT. Vai reconhecer que algumas coisas não vão bem, mas dirá que são melhores que as administrações anteriores.

Ponte aérea O governo de São Paulo alugou nova sede em Brasília. Na reunião de terça, Geraldo Alckmin disse que secretários têm de ir mais à capital para negociar recursos do governo federal.

Vitrine viva O tucano pediu que os secretários apareçam mais em rádio e TV para divulgar ações de suas pastas.

Torneira… Está pronto o plano de contingenciamento do governo Alckmin para a seca. O texto, que precisa passar pelo Comitê da Crise Hídrica, reúne orientações para cidades da região metropolitana caso haja rodízio.

… fechada Setores do governo, no entanto, querem adiar a divulgação do documento, com discurso de que não há risco de racionamento.

Giz A Secretaria de Educação nega que a pasta não tenha feito inaugurações neste ano –como reclamou Alckmin. Diz que já foram abertas 23 escolas e 24 creches.

FullSizeRender (13)

Noia Antes de gravar como viciada em “Verdades Secretas”, Grazi Massafera conheceu a cracolândia. De boné, óculos escuros e acompanhada de assessores de Fernando Haddad, a atriz passou uma tarde na região.

Coisas de casal Márcio Toledo, marido de Marta Suplicy, se reuniu com Baleia Rossi, presidente do PMDB paulista, para discutir a filiação da senadora.

Flerte Ouviu que o PMDB está aberto à negociação, mas que uma possível candidatura à prefeitura teria de ser construída com cuidado.


TIROTEIO

Não podemos fingir que nada aconteceu. Os documentos não podem ser sigilosos, senão fica evidente que há uma apuração seletiva.

DE JÚLIO DELGADO (PSB-MG), que cobra acesso de todos os membros da CPI da Petrobras à investigação da Kroll, sobre a qual há suspeita de direcionamento.


CONTRAPONTO

Projac federal

Na sessão solene de 50 anos da Rede Globo nesta terça-feira, senadores de vários partidos fizeram uma trégua na disputa política para render homenagens.
José Serra (PSDB-SP) criou coragem e pediu para tirar uma foto com a atriz Malu Mader, tietada por todos.
Na tribuna, o líder do PSDB, Cássio Cunha Lima (PB), saudou a emissora com um trocadilho:
–Ao Plim-Plim, o nosso tim-tim –disse, erguendo um copo d’água na direção de João Roberto Marinho.
Diante do discurso elogioso até mesmo por parte de Randolfe Rodrigues (AP), um petista não se conteve:
–Parece que ele tá de saída do PSOL mesmo…