PF teme que governo aponte abusos em ação que tem Pimentel como alvo

Por Painel

Fio do novelo A preocupação do núcleo do governo com os danos causados pela segunda fase da Operação Acrônimo ao petista Fernando Pimentel levou José Eduardo Cardozo (Justiça) ao Palácio do Planalto logo pela manhã. O ministro conversou com Dilma Rousseff e com Edinho Silva (Comunicação Social). A Polícia Federal teme que, ao negar o pedido de busca na casa de Pimentel e no BNDES, o STJ tenha dado argumentos para que o governo aponte, internamente, abusos na operação.

É ele Agentes da PF apontam que, apesar das restrições impostas pelo tribunal, o STJ reconhece vínculo concreto do governador mineiro com o caso. Para os investigadores, há indícios que comprometem Pimentel em quase todas as frentes da apuração.

Portas… Os policiais pretendem aprofundar a investigação sobre os donos e usuários do hangar que Benedito Rodrigues, o Bené, usava em Belo Horizonte de onde Pimentel partiu para o Uruguai, no jatinho do empresário.

… em automático A corporação acredita que outros empresários de Minas Gerais que passaram pelo hangar podem ter relação com os negócios suspeitos de Bené.

APODE2606PAINEL

Spam Um vírus que usa o nome de Marcelo Odebrecht começou a circular por e-mail. A mensagem apresenta o arquivo danoso como um orçamento feito pelo empresário, que assina o falso texto como gerente de compras.

Nem me viu Em depoimento à força-tarefa da Lava Jato, Dalton Avancini, da Camargo Corrêa, disse não ter conhecimento acerca do envolvimento de Antônio Palocci com o pagamento de propinas ou contribuições.

Em defesa Quando soube do habeas corpus impetrado em seu nome no Paraná, Lula ficou confuso e procurou advogados amigos para ter certeza de que não haviam tomado a decisão sozinhos.

Maracujina Depois, o petista passou a rir do defensor inusitado que apresentou o documento no tribunal.

Marqueteiro Em conversas com aliados esta semana, Lula insistiu que os primeiros pontos da agenda positiva do Planalto falharam em reerguer o governo. O petista cobra ações menos dispersas e segmentadas, para dar uma nova marca à gestão Dilma.

Taca-le pau Nesta quinta, a presidente e o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, conversaram sobre a criação de um RDL regime diferenciado de licenciamento ambiental. A ideia, que será tocada pela Casa Civil do Planalto, é agilizar prazos de grandes obras.

Repeteco Mais uma vez, o governo ficou furioso com a traição de PP e PDT na Câmara. Os partidos perderam espaço na fila das emendas, enquanto o PSD ganhou créditos por sua fidelidade.

Água, terra… Foi batizada de Caravana da Gratidão a série de viagens que Aécio Neves (PSDB-MG) abre nesta sexta-feira, por Manaus e Parintins. O tucano visitará obras com o prefeito da capital amazonense e depois irá ao festival dos grupos de boi-bumbá na cidade ribeirinha.

… e ar Em julho o ex-presidenciável tucano deve visitar o Sul e, em agosto, o Nordeste. Aécio e Alckmin travam uma corrida silenciosa pelos holofotes com vista à candidatura ao Planalto em 2018.

Mudar ou cair 1 Fernando Haddad dará um ultimato ao secretário de Saúde de São Paulo, José de Filippi: ou muda a gestão, principal alvo de insatisfação do prefeito na máquina, ou ele não descarta trocar o comando da pasta.

Mudar ou cair 2 Para não queimar o virtual candidato a prefeito de Diadema, a ideia é substituir o segundo escalão da pasta. Se não houver resultado, Filippi pode trocar de secretaria ou deixar o governo sob a alegação de que voltará a se dedicar à cidade que já governou.


TIROTEIO

As emendas de aluguel provam o poder dos financiadores de campanha. Quando é o dinheiro deles em jogo, brotam defensores.

DO DEPUTADO IVAN VALENTE (PSOL-SP), sobre emendas redigidas pelo setor privado apresentadas por parlamentares ao projeto que revê as desonerações.


CONTRAPONTO

A volta dos que não foram

O senador Roberto Requião (PMDB-PR) foi eleito, há duas semanas, presidente do Eurolate, o parlamento europeu e latino-americano. Na semana passada, na sessão do Senado, a senadora Lídice da Mata (PSB-BA) o saudava na tribuna quando foi aparteada por Romero Jucá:

—Me somo à alegria de Vossa Excelência. Esta Casa dará ao mundo uma grande contribuição: o senador Requião que, como presidente, se mudará para Bruxelas!

Lídice agradeceu o aparte, mas corrigiu:

—Mudaram o regimento e ele poderá ficar no Brasil!

No plenário, colegas brincaram com o próprio Requião que a alegria havia durado pouco.