Renan nomeia ex-ministro de Turismo na presidência do Senado

Por Vera Magalhães

O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL) já assinou a nomeação do ex-ministro do Turismo Vinicius Lages para a chefia de gabinete da presidência do Senado.

O ato será publicado na edição desta quinta-feira do “Diário do Senado”.

O Painel já havia antecipado na edição de quarta-feira que Renan pretendia levar seu aliado para assessorá-lo como forma de mostrar à presidente Dilma Rousseff que não está interessado em cargos no Executivo.

O discurso mascara o fato de que o presidente do Senado ficou contrariado com a demissão de Lages para dar lugar ao ex-presidente da Câmara Henrique Eduardo Alves, indicado pelo presidente da Casa vizinha, Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

O “grito de independência” de Renan, que, atuando como porta-voz de Lages recusou sua ida para cargos cobiçados, como o comando da Infraero, da Codevasf e da Conab, preocupa o governo.

A avaliação é que Renan pode externar sua insatisfação incentivando a derrubada da indicação do advogado Luiz Edson Fachin para o Supremo Tribunal Federal.