Protestos menores não aliviam governo, que avalia que precisa agir

Por Painel

Sandália da humildade A reação do governo aos atos deste domingo, que reuniram bem menos manifestantes que em 15 de março, não foi de alívio nem de comemoração. A análise é que o fato de os protestos terem atraído, menos de um mês depois, número considerável de pessoas às ruas, aliado à pesquisa Datafolha que mostra que a insatisfação com o governo se mantém estável em seu recorde, obrigam o Planalto a adotar medidas para responder às reivindicações e retomar a maioria no Congresso.

Menos PT Na estratégia de tentar desvincular a presidente do PT, a ideia do vice Michel Temer é que Dilma Rousseff e os ministros não se manifestem sobre pautas que não são do governo, como a redução da idade penal.

Mais PT Já petistas querem Dilma contra a tese da redução da idade, para angariar apoio da esquerda e se opor à chamada pauta conservadora do Legislativo.

Sem digital Renan Calheiros (PMDB-AL), padrinho de Vinicius Lages, negocia para que o novo cargo do ministro do Turismo seja menos associado a ele que a direção da Transpetro.

Slot Um possível desfecho para Lages, que abrirá espaço no Turismo para Henrique Eduardo Alves, é a Infraero.

Tô… Deputados da base aliada desabafam em grupo do Whatsapp sobre uma “campanha de difamação” promovida por petistas contra quem votou contra o governo na terceirização.

… fora “É esse partido que logo mais virá pedir meu voto no ajuste fiscal. Não contem comigo. Já encheu essa porcaria hipócrita que nos usa”, escreveu um indignado.

Cassação Caciques do PMDB articulam uma reação ao nome de Valdir Raupp (PMDB-RO) para a presidência do partido enquanto Michel Temer estiver licenciado para tocar a articulação política do governo. Querem que o vice comande o partido até a escolha de uma nova direção, no segundo semestre.

Régua “Todos discutem se o Vaccari deve se afastar da tesouraria do PT, mas querem colocar um político investigado na Operação Lava Jato para presidir o PMDB?”, questiona um peemedebista.

apode1304painnel (1)

Desbotou Celso Kamura foi chamado na semana passada para dar um trato no visual de Dilma Rousseff. O cabeleireiro escureceu as madeixas da presidente, que na sua opinião estavam “loiras e desbotadas demais”.

Berlinda A oposição quer enquadrar o presidente do BNDES, Luciano Coutinho, na CPI da Petrobras com assuntos além da estatal. Investimentos em Cuba e empréstimos à África podem emergir.

A hora e a vez A CPI do HSBC ouvirá nesta quinta Henry Hoyer, apontado como sucessor de Alberto Youssef no esquema alvo da Lava Jato, e Paulo Celso Moreira da Silva, ex-diretor do Metrô paulista implicado no caso Alstom. Os dois têm contas ligadas a eles na Suíça.

Pazes A bancada do PT na Câmara se reunirá nesta segunda para discutir como se reaproximar dos movimentos sociais, com afago maior àqueles que defendem a reforma política.

Road show O PSDB discute usar parte das inserções e do programa partidário que a sigla vai exibir em maio para sua campanha de filiação.

Genérico Em mensagem enviada a amigos, o ex-deputado André Vargas explica que as fragâncias que vendia após ser expulso do PT vinham com “essências importadas equivalentes aos perfumes importados de marca”.


TIROTEIO

Quando o PSDB resolveu assumir o front das convocações, a presença nas ruas diminuiu. A bandeira do impeachment não passará.

DO DEPUTADO PAULO TEIXEIRA (PT-SP), sobre o esvaziamento dos protestos deste domingo, com maior participação tucana, em relação aos de 15 de março.


CONTRAPONTO

Universo ao meu redor

Em agosto de 1985, quando era secretário de Segurança Pública do governo Franco Montoro, em São Paulo, o hoje vice-presidente Michel Temer (PMDB) inaugurou a primeira Delegacia da Mulher do país.

O governador chegou atrasado à cerimônia e, ao perceber que as cadeiras da primeira fila estavam ocupadas, sentou-se no canto da sala. Temer o viu afastado das demais autoridades, foi até ele e pediu que se sentasse a seu lado, “no centro da sala”. Montoro reagiu:
—Michel, eu sou o governador do Estado. O centro é onde eu estiver!