Nova fase da Lava Jato é batizada de ‘My Way’, apelido dado a Duque

Por Bruno Boghossian
Renato Duque é solto após decisão do STF, em dezembro de 2014 (Zanone Fraissat/Folhapress)
Renato Duque é solto após decisão do STF, em dezembro de 2014 (Zanone Fraissat/Folhapress)

Atualizado às 9h37

A nova fase da Operação Lava Jato deflagrada nesta quinta-feira (5) foi batizada pela força-tarefa da Polícia Federal de “My Way”. É com o título desta canção de Frank Sinatra que o ex-gerente da Petrobras Pedro Barusco, que colabora com as investigações, se refere a Renato Duque, ex-diretor de Serviços da estatal.

Nas primeiras horas desta manhã, a PF não divulgou detalhes da etapa da operação. Duque é ligado ao PT. O tesoureiro do partido, João Vaccari Neto, foi levado à sede da Polícia Federal em São Paulo para prestar depoimento.

Barusco disse aos investigadores que ele e Duque receberam propina em mais de 60 contratos da Petrobras. Barusco disse ter recebido indevidamente US$ 97 milhões.