Ala do PSB puxada por discípulo de Campos quer aproximar sigla de Dilma

Por Painel

De volta para casa Parte do PSB intensificou a pressão para que o partido reate as relações com o governo Dilma Rousseff, do qual se afastou em 2013, quando decidiu lançar a candidatura de Eduardo Campos à Presidência. O grupo que pretende rever o rompimento com o PT é capitaneado pelo senador Fernando Bezerra Coelho (PE), que já conversou sobre a reaproximação com Aloizio Mercadante (Casa Civil) e Jaques Wagner (Defesa) e deve sentar-se ainda com Ricardo Berzoini (Comunicações).

Gravidade Pessebistas defendem uma articulação a “médio prazo” para levar o partido de novo ao campo petista. “Essa não é a história do PSB. Nos últimos 15 anos, nossa postura foi de aproximação com o PT”, afirma um outro dirigente da sigla.

Péra lá O grupo ainda precisa convencer parte da ala pernambucana do partido, liderada pelo governador Paulo Câmara e pelo prefeito da capital, Geraldo Julio. Por ora, eles defendem a manutenção da independência.

apode1601painel

Replay Um petista que acha que Lula não deve ser candidato em 2018 justifica que o ex-presidente só tem a perder num novo mandato: “Ele vai correr o risco de deixar de ser o Felipão que ganhou a Copa em 2002 para virar o que tomou 7 a 1?”.

Cordão… Nas primeiras conversas que teve com caciques governistas no Congresso, Pepe Vargas (Relações Institucionais) reforçou orientação para barrar qualquer esforço de criação de uma nova CPI da Petrobras.

… sanitário A ordem é manter atenção total a movimentos da oposição e do PMDB e, principalmente, convencer o PT e aliados a adotar um discurso firme contra a abertura de outra comissão.

Foi mal Juca Ferreira (Cultura) telefonou para Vargas para se desculpar ao saber que o cerimonial do ministério havia esquecido de citar o colega em sua posse.

Todo ouvidos Joaquim Levy vai a São Paulo na segunda-feira escutar empresários na sede da Fiesp. O ministro assumiu a Fazenda prometendo sanar a falta de diálogo com o setor produtivo.

Chão… Miguel Rossetto (Secretaria-Geral), Manoel Dias (Trabalho), Carlos Gabas (Previdência) e Nelson Barbosa (Planejamento) desembarcam em São Paulo no mesmo dia para tentar reduzir o mal-estar com as centrais sindicais pela mudança nos benefícios trabalhistas.

… de fábrica Os sindicalistas querem negociar a redução da carência de seis meses de trabalho imposta pelo governo para a concessão do seguro-desemprego.

Molécula 1 Aldo Rebelo (Ciência e Tecnologia) indicou Hernan Chaimovich para presidir o CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico), no lugar de Glaucius Oliva.

Molécula 2 Doutor em Ciência da Biologia, professor titular do Instituto de Química da USP e vice-presidente da Academia Brasileira de Ciências, Chaimovich vai comandar o órgão que integra o Ciência sem Fronteira, programa vitrine da pasta.

Supersincera De Livia Galdino, número dois de Jean Madeira (PRB) na Secretaria de Esporte de Geraldo Alckmin, durante a campanha de 2014: “O PSDB acabou com a luz no Brasil e, agora, vai acabar com a água também. O que será da gente?”.

Feirão Um ano depois de comprar 94 carros novos para os deputados, a Assembleia paulista ainda tenta se desfazer dos antigos –que vão a leilão de novo nesta sexta. O lote foi avaliado em R$ 1,8 milhão, 40% a menos do que na primeira tentativa.


TIROTEIO

O PT diz que Alckmin demorou a agir, mas só agora Haddad começa a pensar em como contribuir. Faltou competência ou vontade?

DO VEREADOR MÁRIO COVAS NETO (PSDB-SP), sobre declaração de Fernando Haddad de que a prefeitura estuda criar a multa para desperdício de água.


CONTRAPONTO

Estranho no ninho

Em 2003, o então presidente da ANA, Jerson Kelman –hoje chefe da Sabesp– participou de uma reunião com Lula para discutir a transposição do São Francisco. Remanescente da gestão FHC, decidiu fazer uma crítica:
–A transposição só se justifica se estiver associada a um melhor uso dos recursos hídricos já disponíveis…
Depois de um silêncio constrangedor, ele cochichou para Dilma Rousseff, então ministra de Minas e Energia:
–Com essa fala, encerrei minha carreira.
Ela devolveu, também cochichando.
–Você não conhece o Lula. É o contrário!