Dilma decide manter presidentes de Banco do Brasil, Caixa e BNDES

Por Painel

Como está fica Dilma Rousseff decidiu manter, por ora, as cúpulas dos três principais bancos públicos federais. Com isso, Luciano Coutinho continua à frente do BNDES, Aldemir Bendine fica na presidência do Banco do Brasil e Jorge Hereda permanece no comando da Caixa. A decisão de Dilma deixa dúvida sobre o futuro da ex-ministra Miriam Belchior, que era cotada para a presidência da Caixa. Alexandre Abreu e Paulo Caffarelli, que podiam ir para os outros bancos, também têm destino incerto.

Efeito… A prisão de Nestor Cerveró despertou entre caciques do PMDB e do PT o receio de que a Justiça leve para a cadeia também Jorge Zelada e Renato Duque —este pela segunda vez.

… dominó Para petistas e peemedebistas, a prisão é sinal de que a força-tarefa da Operação Lava Jato mantém no alvo os ex-diretores da Petrobras. Eles temem que a investigação avance sobre a relação estreita de Zelada com o PMDB e de Duque com o PT.

Mira Solto em dezembro, Duque foi acusado de receber propina em “mais de sessenta contratos”, segundo o ex-gerente Pedro Barusco, seu auxiliar. Barusco também disse que Zelada recebeu dinheiro do esquema de corrupção “excepcionalmente”.

Sabático Assim como Ricardo Pessoa, da UTC, o presidente da OAS, Léo Pinheiro, enviou carta aos acionistas e diretores da empreiteira em dezembro comunicando seu afastamento “das atividades executivas das empresas do grupo”.

Todos por um PSDB, DEM e PPS coletaram assinaturas em dezembro para abrir uma nova CPI da Petrobras, mas cada partido redigiu uma justificativa diferente para a investigação. O trabalho precisará ser unificado.

Agora vai Um petista ironiza o anúncio de apoio do PMDB a Eduardo Cunha (RJ): “Quer dizer que, depois de todos os meses de campanha, ele finalmente conseguiu adesão do próprio partido?”.

Folia Articuladores do PSDB na Câmara admitem que será impossível impedir votos em Cunha, apesar do apoio oficial a Julio Delgado (PSB-MG). “Com voto secreto, vai ser o samba do crioulo doido”, prevê um tucano.

Poço O governo federal não recebeu do governo de São Paulo qualquer plano de contingência para o caso de desabastecimento no Estado, apesar de a Sabesp admitir que o Cantareira pode secar.

Aridez Autoridades federais acreditam que o nível do Cantareira vai cair em um ritmo mais rápido do que o projetado, uma vez que dados meteorológicos apontam que janeiro deve ser mais seco que o mesmo mês de 2014.

Contingência Aliados de Geraldo Alckmin (PSDB) se alarmaram com a fala do governador de que “já existe” racionamento de água em São Paulo e saíram a campo para tentar dizer que o tucano foi “mal interpretado”.

FullSizeRender (3)

Despejo A nova Executiva do PP-SP, presidida pelo deputado Guilherme Mussi, trocou as fechaduras da sede do partido, deixando aliados de Paulo Maluf sem a chave.

Uma coisa… Ao contrário da nomeação de Gabriel Chalita (PMDB) para Educação, a ida do PSD para a gestão Fernando Haddad não sinaliza aliança em 2016.

… é uma coisa O objetivo é melhorar a relação do Executivo com a bancada de sete vereadores da sigla.

Visita à Folha Júlio Delgado (MG), líder do PSB e candidato à presidência da Câmara dos Deputados, visitou nesta quarta-feira (14) a Folha. Estava acompanhado de Sandra Brasil, assessora de imprensa.


TIROTEIO

Alckmin já deveria ter aprendido que mentira tem perna curta. E, infelizmente para a população, o sistema Cantareira também.

DO EX-MINISTRO ALEXANDRE PADILHA (PT-SP), sobre Geraldo Alckmin ter admitido nesta quarta-feira (14), pela primeira vez, que já existe racionamento de água.


CONTRAPONTO

O batutinha

Na movimentada posse no Ministério da Cultura, no início da semana, o novo titular da pasta, Juca Ferreira, fez os cumprimentos e saudações habituais. No momento em que agradecia à própria família, chamou a atenção do público para uma ausência:

—Eu queria agradecer à minha mulher, Celina, a meu filho Vicente, à minha filha Dandara. Só não está aqui o pequenininho, que fez ontem quatro anos…

Diante da curiosidade da plateia, explicou:

—Um evento desse tipo é muito maçante para ele. Ele iria quebrar o protocolo excessivamente!