Procuradoria vai ampliar investigação sobre maior fornecedora do pré-sal

Por Painel

Prospecção profunda Procuradores da força-tarefa da Operação Lava Jato vão reforçar as investigações sobre o envolvimento da Sete Brasil, maior fornecedora da Petrobras na exploração do pré-sal, no esquema de desvios da estatal. Integrantes do Ministério Público Federal estão convencidos de que há irregularidades em parte dos contratos de US$ 25,6 bilhões entre a empresa e a Petrobras. Pedro Barusco, que admitiu ter desviado US$ 97 milhões no esquema, foi diretor da Sete Brasil por dois anos.

No aguardo O núcleo do governo reagiu com cautela à citação de Eduardo Cunha (PMDB-RJ) por um dos presos na Lava Jato, mas auxiliares de Dilma Rousseff creem que qualquer novo detalhe que implique o deputado terá impacto na disputa pela presidência da Câmara.

Fatias Além de um político que deve ser denunciado por Rodrigo Janot ainda no começo de fevereiro, procuradores da República calculam que o mesmo será feito contra outras autoridades poucas semanas depois.

Efeito Pizzolato Membros da força-tarefa não creem na fuga de políticos agora, mas não descartam a possibilidade depois de as denúncias formalizadas.

Aí já é… A tentativa de um acordo de leniência entre a Camargo Corrêa e o MPF demora a avançar porque a empreiteira ainda tentava garantir a libertação imediata dos executivos presos.

… demais Autoridades da força-tarefa consideraram o pedido absurdo.

Trilogia O nome Lava Jato não deverá ser usado nas próximas etapas da operação. Agentes dizem que as prováveis apurações sobre corrupção no setor elétrico e em concessões de aeroportos serão rebatizadas.

Pra já Dilma pretende enviar ao Congresso até março, em regime de urgência (que fixa prazo de 90 dias para votação), o pacote de combate à corrupção. Na posse, ela prometeu encaminhar as medidas no primeiro semestre.

Compilação O governo estuda aproveitar textos que já estão no Legislativo, como o que torna crime a prática de caixa dois em campanhas, para formular a proposta.

Camarote No encontro que tiveram ontem, o governador paulista, Geraldo Alckmin (PSDB), e o ministro Gilberto Kassab (Cidades) conversaram sobre a criação de modalidades específicas de financiamento do Minha Casa, Minha Vida para regiões metropolitanas do Estado.

Prata da casa O governo paulista se entusiasmou com a decisão de Kassab de nomear Paulo Ferreira para a secretaria de Saneamento do ministério. O técnico foi diretor da Sabesp nos anos 1990.

Pressa O Conselho de Administração da Sabesp antecipou do dia 29 para esta sexta-feira a reunião que confirmará Jerson Kelman na presidência da empresa.

Pode, Arnaldo? A promessa que o vice-governador de São Paulo, Márcio França (PSB), pagou por ter sido eleito —percorrer o litoral a pé, a cavalo e de bicicleta— virou um vídeo. Graças ao mau tempo, ele recorreu a um barco em parte do percurso.

IMG_0873

Então é Natal Mesmo depois do Dia de Reis, a árvore de Natal do Palácio dos Bandeirantes permanecia montada nesta quinta-feira, com o pisca-pisca ligado em tempos de crise energética.

Absorvido Exonerado da presidência do INSS, Lindolfo Sales será o chefe de gabinete do novo ministro da Previdência, Carlos Gabas. Por anos, Sales foi braço-direito do ex-ministro e senador Garibaldi Alves (PMDB-RN).


TIROTEIO

Que também aqui no Brasil os mártires de Paris sejam referência para a imprensa na luta pela liberdade de expressão.

DO DEPUTADO MIRO TEIXEIRA (PROS-RJ), sobre o atentado na sede do jornal satírico francês ‘Charlie Hebdo’, que deixou 12 pessoas mortas nesta quarta.


CONTRAPONTO

É que me escapuliu

No tumulto que aconteceu no plenário e nas galerias da Câmara na votação da manobra fiscal do governo, em dezembro do ano passado, a manifestante Ruth de Gomes de Sá, 79, começou a gritar em direção aos parlamentares, logo depois de ser contida pelos policiais legislativos:

—Aqui é tudo ladrão! Aqui é tudo bandido!

Na sequência, viu que em meio aos seguranças havia deputados de oposição, que tentavam defendê-la na confusão. Envergonhada, a aposentada tentou se corrigir:

—Os que estão aqui em cima, nas galerias, são gente honesta. Ladrões são os que estão lá embaixo!