Dilma acelera projeto que estende à União responsabilidade na segurança

Por Painel

Mão massa O governo acelera a elaboração da proposta de emenda à Constituição que estende à União a responsabilidade sobre a segurança pública, como Dilma Rousseff prometeu na campanha. A ideia é que o texto seja concluído neste mês e enviado ao Congresso em fevereiro. O projeto deve permitir que o governo federal fixe normas e execute diretamente os programas da área, fazendo com que seu papel não fique restrito apenas à transferência de verba para Estados e municípios.

Modelo José Eduardo Cardozo (Justiça) recebe hoje os governadores do Sudeste para discutir a implantação de centros de comando que integrem as polícias federal e estaduais e as Forças Armadas, como ocorreu na Copa.

Olho no lance Geraldo Alckmin, que vai à reunião, tem pedido atenção a aliados sobre dois assuntos que passam por Brasília: o endurecimento da pena de menores infratores e projetos em tramitação no Congresso que reduzem receitas de São Paulo.

É meu O tucano deixou claro a seu secretariado que vai definir pessoalmente os presidentes das empresas públicas, como o Metrô, além de suas diretorias financeiras.

APODE0701PAINEL

Gênero O PSD, que leva nesta quinta à TV a primeira propaganda partidária do ano, decidiu não incluir políticos nos filmes. As peças vão focar o aumento da participação feminina na política e a defesa de salários iguais para homens e mulheres.

Pra já Petistas mais próximos de Marta Suplicy agora apostam que a senadora deve deixar o PT ainda no primeiro semestre. Seu destino pode ser o Solidariedade.

Canetaço Deputados tucanos se queixam de que o apoio à candidatura de Julio Delgado (PSB-MG) para a presidência da Câmara não foi discutido com a nova bancada. Querem tratar do assunto na reunião geral agendada para o fim do mês.

Dividendos O tesoureiro da campanha de Dilma, Edinho Silva, receberá um cargo com “função relevante” na próxima rodada de nomeações do governo federal. Trata-se de um afago por ter ficado fora do primeiro escalão.

Desagravo O vice-presidente Michel Temer tenta garantir para Moreira Franco, defenestrado da Secretaria de Aviação Civil, uma diretoria em algum banco público.

Nome forte Cotado para uma diretoria no BNDES, o ex-ministro da Educação Henrique Paim conversará com Dilma nos próximos dias sobre o cargo que ocupará.

Freio As cinco maiores centrais sindicais se reúnem na próxima terça-feira na sede da CUT, em São Paulo, para discutir as demissões das montadoras no ABC. Os dirigentes já esperam elevação do desemprego em 2015.

Baixo astral A decisão de Dilma de manter o diretor-geral da Polícia Federal foi mal recebida no órgão. Servidores e delegados apontam desvalorização profissional e perda de prestígio da PF sob comando de Leandro Daiello.

Relógio 1 Membros da força-tarefa da Lava Jato duvidam que Rodrigo Janot ofereça no início de fevereiro denúncia contra autoridades com foro privilegiado citadas.

Relógio 2 Segundo os investigadores, o procurador-geral da República ainda não pediu uma série de diligências necessárias a partir das delações dos acusados e dos documentos apreendidos.

Alô Nos últimos dias de 2014, o Senado realizou licitação para comprar 180 celulares, por R$ 381 mil. Serão 90 aparelhos iPhone 6, por R$ 3.034 cada, e 90 Blackberry, a R$ 1.199 a unidade.


TIROTEIO

Os milhões extorquidos pela quadrilha dos pobres de Carvalho em Santo André já seriam suficientes para melhorar a vida no país.

DA DEPUTADA MARA GABRILLI (PSDB-SP), sobre fala em que Gilberto Carvalho sustentou que o governo do PT foi marginalizado como quadrilha dos pobres.


CONTRAPONTO

O deputado arroz de festa

Presença frequente nas cerimônias de posse dos novos ministros de Dilma Rousseff, o deputado Hugo Leal (Pros-RJ) colecionou oito transmissões de cargo desde o início do ano. Assistiu aos eventos de Kátia Abreu (PMDB), Cid Gomes (Pros) e Joaquim Levy, por exemplo.

—Eu, como vice-líder do governo na Câmara, tenho que prestigiar as posses e dar apoio aos nossos novos ministros —justificou-se.

Depois, divertiu-se com sua assiduidade:

—Não estou fazendo grilagem de terras, mas pode-se dizer que sou um ‘posseiro’…